BLOG | Dr Gustavo Mello Jornal A Tribuna: Plástica para evitar humilhações

Dr Gustavo Mello Jornal A Tribuna: Plástica para evitar humilhações

PLÁSTICA PARA EVITAR HUMILHAÇÕES

Cirurgias para fugir do bullying na escola, como a correção das orelhas de abano, são as mais procuradas pelos adolescentes
 
GUSTAVO MELLO: "Número de cirurgias feitas por jovens devido a humilhações já ultrapassa as por fatores estéticos."
 
 
A adolescência é uma das fases mais complexas do ser humano. Nesta época o corpo sofre transformações. É neste momento também que diversos jovens, por não serem aceitos em um grupo, sofrem humilhações, o chamado bullying.
Cansados disso, muitos adolescentes estão recorrendo aos cirurgiões plásticos para a realização de procedimentos cirúrgicos, como a ginecomastia (correção da deformidade que produz glândulas mamárias nos homens) e otoplastia (procedimento feito em quem tem orelhas de abano) e rinoplastia (cirurgia no nariz), que são os mais procurados pelos jovens.
O número de cirurgias por conta de humilhações sofridas pelos jovens já ultrapassa as realizadas por
conta de fatores estéticos. Essas são as afirmações dos cirurgiões plásticos entrevistados pela reportagem de A Tribuna.
Segundo o cirurgião plástico Gustavo Mello, o número de adolescentes que recorre às intervenções cirúrgicas por conta de bullying aumentou nos últimos anos.
“Sem dúvida deu uma aumentada para essa faixa mais precoce, principalmente por conta do fator
bullying. Os jovens estão recorrendo mais aos cirurgiões para fazer procedimentos que os ajudem a
não passar mais por humilhações do que por conta de fator estético”,
afirmou Mello.
O cirurgião contou que, para cada gênero, um tipo de cirurgia é mais procurado do que outro.
“As cirurgias mais procuradas pelos meninos são as de ginecomastia (deformidade que produz
glândulas mamárias nos homens) e otoplastia (procedimento feito em quem tem orelhas de abano).
No caso das meninas, as cirurgias mais procuradas são as otoplastia e rinoplastia (cirurgia no nariz).”
Para o cirurgião plástico Humberto Pinto, os médicos devem saber orientar corretamente esses adolescentes, para que atitudes precipitadas não sejam tomadas.
“Operar pessoas mais jovens, na maioria das vezes, é mais complicado porque temos de explicar todos os detalhes, pois nesta idade a pessoa tem mania de exagerar as consequências. Para eles, o pós operatório costuma demorar, psicologicamente, muito mais”, afirmou Humberto.
Ele destacou ainda que, ao voltar nos consultórios, os adolescentes que são bem orientados ficam satisfeitos com os resultados. “Geralmente, são jovens na faixa dos 15 aos 18 anos. Se houver sinceridade na consulta e o cirurgião explicar todas as consequências cirúrgicas,eles voltam felizes.”
 
O QUE ELES DIZEM
 
“Esses casos ocorrem muito em consultórios. Geralmente são jovens na faixa dos 15
aos 18 anos de idade
Humberto Pinto, cirurgião plástico”
 
“O jovem tem o direito de fazer a cirurgia. Mas o lado psicológico deve ser bem trabalhado
Adriano Jardim, doutor em Psicologia ”
 
“G e ra l m e n te, os jovens que recorrem às intervenções não têm muita estruturaemocional 
Luiza Lopes, terapeuta ”
 
FIQUE POR DENTRO
 
Intervenções cirúrgicas
>OS PROCEDIMENTOS cirúrgicos são
muito procurados por adolescentes
que sofrem humilhações na escola.
O número ultrapassa os relacionados aos fatores estéticos, de acordo com médicos.
> AS CIRURGIAS mais procuradas pelos meninos são as de ginecomastia (para corrigir deformidade que produz glândulas mamárias nos homens) e otoplastia (procedimento feito em quem tem orelha de abano).
>NO CASO das meninas, as cirurgias
mais procuradas são as de otoplastia e rinoplastia (cirurgia no nariz).
 
Idade
>OS ADOLESCENTESque mais procuram os cirurgiões plásticos estão na faixa etária dos 15 aos 18 anos.
> A OTOPLASTIA pode ser realizada a
partir dos 8 anos de idade, que é quando a estrutura da orelha está bem semelhante a como vai ser
quando a criança crescer.
> A PARTIR dos 21 anos, o motivo e tipos de cirurgia mudam.
>NESTA IDADE, os pacientes procuram os consultórios para fazer mamoplastia (cirurgia nos seios), tanto para aumentar quanto para diminuir.
O motivo é mais estético, em seguidavêm as questões de saúde.
 
Número s
> ESTIMA-SE que no Brasil mais de 1 milhão de pessoas já passaram por cirurgia plástica.
> NO ESTADO, o número de pessoas
que já se submeteram a alguma cirurgia desse tipo chega a 36 mil.

LEIA MAIS EM:
http://pdf.redetribuna.com.br/2013/agosto/16-08-2013/no16081309.pdf
 

AGENDE SUA CONSULTA VIA WHATSAPP AGORA MESMO!
É SIMPLES E RÁPIDO.

27. 99529-8441

ONDE ESTAMOS

Rua Angelindo Carrareto, 21
Morada de Camburi - Vitória - ES / CEP: 29062-505

contato@clinicaghpn.com.br

Copyright 2018 | Todos os direitos reservados a Clínica GHPN

DESENVOLVIDO POR FBRANDÃO AGÊNCIA DIGITAL